Dicas de Segurança na Construção Civil

dicas de segurança na construção civil

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Na nossa série de posts sobre a SST na Construção Civil já destacamos os riscos do setor para o trabalhador, os números relacionados com os acidentes de trabalho nos canteiros de obras e as principais irregularidades apontadas para o setor. Informações que nos levam a reforçar a necessidade de dar mais atenção à segurança na Construção Civil.

Evitar que acidentes de trabalho aconteçam, deve ser prioridade de toda a cadeia de produção, profissionais da área de Segurança e Saúde Ocupacional e de prestadores de serviços que trabalham neste setor industrial. Os acidentes na construção civil geralmente são graves, geram despesas às empresas e é muito pior para o trabalhador, que muitas vezes pode até perder a vida.

Ao filtrar as atividades relacionadas com a Construção Civil como, por exemplo, construção de edifícios, redes de transportes, rodovias, ferrovias, entre outras, identifica-se que as ocupações com mais afastamentos do tipo Acidentário (B91) e Não Acidentário (B31), no período de 2012 a 2018, foram os Serventes de Obra, Pedreiro e Carpinteiro. Caracterizando a necessidade de mudança dos padrões de trabalho e ações mais efetivas de SST nestes trabalhadores da Construção Civil.

Ocupações com Afastamento do Tipo Acidentário (B91) e Não Acidentário (B31) – Fonte: SmartLab (2020).

Para uma redução de acidentes nas obras, existem diversas medidas de segurança que podem ser adotadas e no post a seguir iremos dar algumas dicas de segurança na Construção Civil, confira!

Atenda os Requisitos das NR’s

Levando em conta que as Normas Regulamentadoras (NR’s) são diversas medidas ou requisitos de segurança que devem ser seguidos obrigatoriamente, incluindo algumas que mostraremos aqui, cumpri-las é dever de qualquer empresa.

As NR’s são extremamente eficientes em manter os ambientes de trabalho seguro e segui-las adequadamente já garante uma boa base para a constituição de uma cultura de segurança no canteiro.

O Radar de Inspeção do Trabalho demonstra que na área de SST, no Brasil, em 2019, os estados mais fiscalizados foram: São Paulo com 10.503 fiscalizações, Minas Gerais, com 7.406, Rio de Janeiro, 6.697 e Bahia, 4.448, representando as regiões industriais com mais irregularidades na Construção Civil. Portanto, é o setor que devemos ficar atentos aos requisitos propostos pelas NR’s e estabelecer um programa mais efetivo de implantação, manutenção e controle da SST.

Dentre as 37 NR’s, diversas devem ser aplicadas dentro da Construção Civil para que o ambiente se torne mais seguro para os colaboradores, porém algumas são mais importantes, o que as tornam indispensáveis para o segmento.

Um bom exemplo é a NR 18, que regulamenta e indica medidas de segurança especificamente para a construção civil e diz que “É vedado o ingresso ou a permanência de trabalhadores no canteiro de obras, sem que estejam assegurados pelas medidas previstas nesta NR e compatíveis com a fase da obra “.

As principais NR’s para a manutenção da segurança na Construção Civil são:

Atenção aos Equipamentos de Proteção

Os profissionais da Segurança e Saúde Ocupacional que atuam na Construção Civil devem dar atenção aos Equipamentos de Proteção dos trabalhadores. Visto que dois dos maiores motivos de acidentes de trabalho são: 1) o não uso ou uso inadequado dos EPI’s e 2) a falta de implantação dos EPC’s, itens mais do que obrigatórios na Construção Civil.

É importante se atentar ao fato de que não é apenas a falta de uso dos dois que acarreta em acidentes, mas o uso/implantação inadequado também, portanto o empregador deve fornecer os equipamentos em perfeito estado, exigir o uso, estar atento aos prazos de validade e fornecer treinamentos para que o uso seja feito de forma correta.

Segundo a NR 06 a adoção do EPI só se faz necessária caso as medidas de proteção coletiva não forneçam proteção o suficiente, porém como as construções são ambientes de trabalho que mudam constantemente e expõem os trabalhadores a diversos riscos, o EPI na Construção Civil sempre será necessário.

Uma prática que devemos implantar é o programa que avalia se estamos usando EPI no lugar certo do corpo. É uma prática que ajuda a reduzir o número de acidentes de trabalho e garantir a segurança e saúde das pessoas.

Lembre-se que investimentos na SST são justificados pela preservação da saúde e segurança do trabalhador e porque quando são reduzidos os acidentes também diminuem os dias perdidos na produção com os afastamentos dos trabalhadores.

Portanto, implante corretamente os EPC’s e assegure que todos os trabalhadores estejam usando corretamente seus EPI’s, se alie a algum sistema que automatize esse serviço, ganhe eficiência, tempo e mantenha tudo organizado. Use a tecnologia a seu favor para garantir as condições de funcionamento e o uso ininterrupto do EPI ao longo do tempo. Além disso, o controle do prazo de validade, da periodicidade de troca e higienização.

Mantenha o Ambiente Organizado

Os problemas de Segurança e Saúde do Trabalho (SST) são questões que dependem também do nível de organização seguida no ambiente de trabalho. A falta de organização gera uma maior exposição aos riscos ambientais. Neste, caso é fundamental adotar metodologias e processos de trabalho robustos que possam contribuir no dia dia de uma organização, por isso não deixe de consultar, por exemplo, o método Lean Safety.

Os canteiros de obra em geral são ambientes de trabalho grandes, que armazenam os mais diversos tipos de materiais, desde pregos à guindastes, a organização de tudo isso é extremamente importante.

A obra desorganizada pode causar desde uma perfuração no pé devido à tabuas com pregos no meio do caminho, à queda de algum material sobre algum trabalhador devido a um mal armazenamento do mesmo.

Defina locais específicos, de preferência cobertos, para o armazenamento dos materiais e instrua os trabalhadores a sempre devolver depois de ter realizado o uso, descarte retalhos de azulejo e de madeira e evite armazenar materiais e equipamentos pesados em altura.

Cuide bem das Instalações Elétricas

Choques elétricos são um dos principais acidentes de trabalho no Brasil e frequentemente ocorrem no setor da Construção Civil, geralmente ocorrem por falta de uso de EPI combinado à precariedade das instalações.

Em boa parte das etapas iniciais da obra são executadas em condições sujeitas a umidade, sol, alagamentos, entre outros, e nestes locais geralmente as instalações elétricas ficam expostas e não estão em bom estado de manutenção e uso, por isso, é fundamental padronizar a SST no canteiro de obras desde o início das atividades.

Portanto verifique as instalações rotineiramente, realize manutenções com frequência, procure sempre não mantê-las expostas e evite ligar diversos equipamentos na mesma extensão.

Manutenção dos Equipamentos

Durante a execução da obra são utilizados diversos equipamentos, dos quais muitos fornecem riscos a saúde do trabalhador e por muitas vezes causam acidentes.

O mal funcionamento dos equipamentos pode causar desde choques a cortes e esmagamentos, sendo uma situação extremamente perigosa para os trabalhadores que as operam.

Os equipamentos devem passar por manutenções periódicas e se apresentarem defeitos devem deixar de ser usados e devem ser trocados, a capacitação é de extrema importância nestes casos também, forneça treinamentos periódicos sobre o uso e a manutenção dos equipamentos aos trabalhadores.

Invista em Tecnologia

ebook tecnologia na sstPowered by Rock Convert

Manter uma cultura de Segurança do Trabalho exige muito em qualquer área de atuação, no caso da Construção Civil ainda mais.

Pelo fato dos ambientes de trabalho na Construção Civil serem muito perigosos e exigirem cuidados extremos e constantes com a SST, a manutenção desta cultura se torna ainda mais desafiadora no processo de implantação das práticas, normas, procedimentos, programas e ações preventivas da SST.

As medidas de segurança como o controle de EPI, análise de riscos e inspeções demandam tempo e geram alto volume de documentos, utilizar sistemas eletrônicos e aplicativos agilizam todo este trabalho e reduzem muito o trabalho e o tempo gasto neste controle de SST.

A tecnologia na segurança do trabalho é extremamento útil e atualmente é algo indispensável para o setor, procure investir em tecnologias para auxiliar na manutenção da segurança no ambiente e facilite a prevenção de acidentes.

Fique por Dentro da Nossa Tecnologia

Veja como a nossa tecnologia ajuda a melhorar o desempenho da área de SST na indústria no Canal OnSafety. Também podemos agendar uma reunião para apresentar os benefícios do Sistema OnSafety, será uma conversa rápida e produtiva.

Ajuda