Acidentes de trabalho: 7 atitudes para reduzi-los

Atitudes que reduzem os acidentes de trabalho

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
infográfico práticas SSTPowered by Rock Convert

Os Acidentes de Trabalho (AT) são definidos como todos os aconteci­mentos inesperados e imprevistos, incluindo atos de vio­lência, derivado do trabalho ou com ele relacionado, do qual resulta uma lesão corporal, uma doença ou a morte de um ou vários trabalhadores. É o acidente que ocorre pelo exercício do trabalho, a serviço da empresa ou ainda, pelo serviço de trabalho de segurados especiais, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, a perda ou redução da capacidade para o trabalho, permanente ou temporária.

Destaca-se que é acidente de trabalho qualquer situação que decorra no local e horário de trabalho, contaminação e /ou deslocamento que provocou doença e/ou acidente e/ou lesão.

Impactos dos Acidentes de Trabalho

Dentre os agravos relacionados ao trabalho, o AT é considerado o mais grave, devido a sua elevada ocorrência. Dados estatísticos divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) indicam que no Brasil, entre o período de 2011-2013, o número absoluto de acidentes e doenças no trabalho se manteve estável, assim como número de óbitos. Em 2013, foram registrados 717.911 acidentes e 2.797 mortes, gerando custos de cerca de R$ 11 milhões ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Banner acidentes de trabalhoPowered by Rock Convert

O AT causa prejuízo aos trabalhadores e empregadores, gerando impacto sobre a produtividade, economia e sociedade. Os setores com maior ocorrência de acidentes de trabalho ou não-conformidade são: construção civil, frigoríficos e metal-mecânica, pertencentes à indústria de transformação, sendo responsáveis pelo maior número de óbitos por ano no Brasil.

Saiba também como reduzir os acidentes de trabalho em 7 passos pelo nosso infográfico. Quer saber mais sobre o OnSafety? Fale com um dos nossos atendentes!

Referências

CAVALCANTE, C. A. A.; COSSI, M. S; COSTA, R. R. O; MEDEIROS, S. M.; MENEZES, R. M. P. Análise Crítica dos Acidentes de Trabalho no Brasil. Revista de Atenção à Saúde, v. 13, n. 44, 2015, p. 100-109.

PROCHNOW, A.; MAGNAGO, T. S. B.; TAVARES, J. P.; BECK, C. L. C.; SILVA, R. M.; CERON, M. D. S.; CASTRO, R. R. Acidente de Trabalho: Uma Revisão Integrativa. Revista de Enfermagem da UFSM, vol. 2, n.1, 2012, pp. 156-164.

Ajuda