Recomendações para Proteção Corporal

Recomendações para Proteção Corporal

O mercado brasileiro de Equipamentos de Proteção Individual é bastante segmentado e atende diferentes setores industriais. A Associação Nacional da Indústria de Material de Segurança e Proteção ao Trabalho (ANIMASEG) apresentam informações dos 10 principais EPI’s disponíveis que devem obrigatoriamente atender as Normas Técnicas e requisitos da Segurança e Saúde do Trabalho, ou seja, proporcionar uma proteção corporal adequada. Exigências mínimas  para obter o Certificado de Aprovação (CA), documento obrigatório para que os EPI’s sejam comercializados e utilizados no Brasil.

participação-do-mercado-2017
Participação do Mercado (EPI) 2017

A seguir, baseados nas 5 (cinco) irregularidades no processo de controle e entrega do Equipamento de Proteção Individual (EPI) que foram identificadas durante as fiscalizações nas indústrias, em 2019. Além disso, com a caracterização das partes do corpo mais atingidas no ambiente de trabalho, registradas por meio da Comunicação de Acidentes de Trabalho (CAT) no período de 2012 a 2018, descrevemos recomendações que podem ser adotadas para proteção corporal dos trabalhadores e procedimentos que podemos adotar para melhorar o controle e entrega de EPI’s. 

São recomendações e procedimentos que integrados com a realidade dos processos da sua indústria e com a Cultura de Segurança do Trabalho ajudam a melhorar o processo de controle e entrega dos EPI’s para o trabalhador e reduzir os acidentes de trabalho.

Proteção corporal: Parte superior

Proteção dos Olhos e Face

Para a proteção dos olhos e da face é recomendável identificar e definir os perigos específicos a partir da visão dos trabalhadores. Em atividades específicas como, por exemplo, operações de soldagem, corte ou brasagem também demandam EPI’s adequados aos níveis de energia radiante. São diferentes modelos que existem e devem ser definidos conforme as características ou riscos da atividade executada e necessidades dos trabalhadores.

EPIs-para-proteção-dos-olhos

O EPI de proteção dos olhos e da face deve ser confortável, durável, fácil de limpar e higienizar. Além disso, não deve restringir a visão ou movimento do trabalhador e/ou interferir no uso ou função de outros EPI’s necessários e obrigatórios para executar a atividades com mais segurança, conforme recomendações citadas pela agência americana Occupational Safety and Health Administration (OSHA).

Os protetores faciais e/ou óculos de segurança não protegem os trabalhadores de riscos de impacto. Entretanto, é recomendado que quando o trabalhador estiver exposto aos riscos de impacto, mesmo que não exista poeira ou possíveis respingos, usar a proteção dos olhos e da face de uma forma combinada.

Proteção da Cabeça

A proteção da cabeça dos trabalhadores é obrigatória quando existir o risco no ambiente de trabalho de  cair objetos de alturas elevadas e atingi-los na cabeça. O EPI também deve proteger em situações nas quais os trabalhadores podem bater a cabeça contra objetos fixos como, por exemplo, tubos expostos, vigas, condutores elétricos, móveis, escadas, máquinas, etc. Conforme, dados da ANIMASEG é um mercado de produtos com várias opções que permitem uma proteção do trabalhador quanto aos riscos de impactos de objetos sobre o crânio, choques elétricos e agentes térmicos.

Participação de Mercado (Capacete) 2017
Participação de Mercado (Capacete) 2017

Entre os critérios recomendados para os EPI’s de proteção da cabeça estão: resistência e penetração de objetos, capacidade de absorver o impacto ou golpe de um objeto, resistência a água quente, descarga elétrica, fogo, assim como, deve ter instruções que explicam o ajuste adequado e substituição de peças do sistema de ajuste na cabeça. 

Em várias situações também será necessário a proteção da cabeça e face simultaneamente, situações nas quais o EPI deve ser projetado pelo fabricante e ter um Certificado de Aprovação (CA) válido e emitido pelo órgão competente no Brasil.

Proteção para Mãos e Braços

Entre as partes do corpo mais frequentemente atingidas nas nossas industriais estão os dedos, as mãos antebraço e braço, totalizando 38% dos registros no período de 2012 a 2018. Portanto, os profissionais da área de Segurança e Saúde do Trabalho devem dar mais atenção aos riscos existentes ou agentes causadores de acidentes de trabalho que provocam ferimentos, esmagamentos, fraturas, cortes, lacerações e luxações, entre outros eventos. 

Quando as ações implantadas de Segurança e Saúde do Trabalho não conseguem eliminar os riscos de acidentes de trabalho nas mãos ou braços dos trabalhadores, as luvas de proteção para mãos e/ou mangas de proteção dos braços são os principais EPI’s de proteção. A natureza do(s) perigo(s) e a operação ou atividade industrial realizada pelo trabalhador determinarão a seleção do tipo de luva ou EPI que será fornecido. 

No mercado de EPI’s existem diferentes tipos de luvas como, por exemplo, fabricadas de malha de metal, couro ou lona, tecido revestido, borracha isolante, entre outras, que são utilizadas para proteção de produtos químicos, cortes, queimaduras, calor contínuo, conforme as necessidades específicas do trabalhador.

Proteção corporal: Parte inferior

Proteção dos Pés e Pernas

Entre os principais riscos que existem no ambiente de trabalho e que justificam o uso de um EPI de proteção dos pés e pernas está o acidente com o transporte de objetos pesados como, por exemplo, barris, ferramentas, peças, máquinas e/ou equipamentos, entre outros objetos, que podem cair sobre os pés e/ou pernas dos trabalhadores e provocar cortes, fraturas, esmagamentos torção ou lesão.

Outras necessidades de proteção dos pés e pernas são as situações de quedas no mesmo nível que podem ocorrer por causa de uma superfície molhada ou escorregadia, manuseio de materiais quentes que podem espirrar nos pés ou pernas dos trabalhadores e provocar perfurações das solas de sapatos ou uniformes comuns, além disso, esbarrar em objetos pontiagudos como, por exemplo, pregos, estruturas metálicas, escadas ou pontas de máquinas e/ou equipamentos.

proteção-de-pés-e-pernas
Proteção de Pés e Pernas

É fundamental entregar para o trabalhador um EPI que permita a proteção das pernas e os pés adequado a atividade realizada, fácil de remover e fabricado de materiais adequados (alumínio, aço, fibra ou plástico). Em algumas atividades industriais é fundamental que o EPI seja projetado para uso em atmosferas explosivas ou proteger contra descargas elétricas no local de trabalho.

Entre os produtos mais utilizados para a proteção dos pés estão as botas, botinas, coturno, sapatos e tênis de segurança. Assim como, o uso de itens externos removíveis que quando instalado na botina, coturno ou sapato de segurança permite proteger o peito do pé do impacto e compressão.

Proteção Corporal (Corpo)

Entre os principais riscos do ambiente de trabalho que podem provocar acidentes ou lesões no corpo dos seus trabalhadores destacamos: o calor intenso, cortes, impactos de ferramentas, máquinas e materiais, respingos de metais ou líquidos com temperatura elevada, produtos químicos perigosos, materiais contaminados, radiação, entre outros

As vestimentas de segurança utilizadas para a proteção corporal são os coletes, casacos, avental, macacão e perneiras. São EPI’s que fornecem proteção contra os riscos ou agentes químicos, físicos, mecânicos, térmico e elétricos, garantindo com isso mais segurança na execução das atividades e preservando a saúde do trabalhador.

Automatizando o Controle e a Entrega do EPI

Uma das soluções propostas pelo OnSafety é o processo automatizado do controle e a entrega do EPI. A funcionalidade tem como objetivos melhorar e agilizar o controle da entrega, troca e devolução dos EPI’s com coleta de evidência de entrega e devolução, além de relatório de entrega por trabalhador. Conheça a história de sucesso de um dos nossos clientes que automatizou o controle e a entrega do EPI.

Fique por Dentro da Nossa Tecnologia

Veja como a nossa tecnologia ajuda a melhorar o desempenho da área de SST na indústria no Canal OnSafety. Também podemos agendar uma reunião para apresentar os benefícios do Sistema OnSafety, será uma conversa rápida e produtiva.

Quer contribuir com alguma publicação ou sugerir algum assunto relacionado com a Saúde e Segurança do Trabalho para a nossa equipe? É só enviar um e-mail com a sua sugestão para: <[email protected]>.

Comments:0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ajuda