Caso AOCEP

AOCEP reduz 33 horas e meia no processo de entrega dos EPI’s

A história de sucesso que vamos relatar é sobre a Associação dos Operadores Portuários do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá (AOCEP), localizada em Paranaguá. É uma associação de trabalhadores fundada em 2006 e, em 2019, atua na movimentação de granéis para embarque nos Silos Públicos da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA).

É um cliente que adotou a tecnologia OnSafety, em 2018, como uma ação que torna mais robusta e segura a operação de movimentação para seus trabalhadores. Veja a seguir os resultados alcançados com essa parceria!

Conheça a AOCEP

A AOCEP possui 200 colaboradores que atuam na atividade de movimentação de granel sólido agrícola (soja e farelo de soja) desde a chegada ao porto até sua liberação e carregamento nos navios. É um mercado de exportação que, em 2018, cresceu 29% e demanda um volume elevado de movimentação e embarque de mercadorias no Estado do Paraná.

A área de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) da AOCEP é coordenada por Marcos Gaspar, e possui uma equipe especializada composta por quatro profissionais (engenheiros e técnicos) que atuam no processo de Gestão da SST, visando minimizar os riscos ocupacionais e, consequentemente, reduzir o número de acidentes de trabalho. Um dos principais desafios da equipe de SST é atender os requisitos da NR 29 – Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário, que visa regular a proteção contra acidentes, doenças profissionais, facilitar os primeiros socorres e gerar melhores condições de SST aos trabalhadores portuários.

Para melhorar e agilizar o processo de controle e entrega de EPI’s a AOCEP adotou a tecnologia OnSafety visando controlar a documentação e atender as exigências destacadas pela NR 29 – Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário e NR 06 – Equipamentos de Proteção Individual.

Como era o processo de Controle de Entrega de EPI’s

A AOCEP disponibiliza Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) para cerca de 200 colaboradores que atuam na movimentação de cargas no Porto de Paranaguá. Mensalmente são realizadas aproximadamente 400 entregas
distintas de EPI’s, sendo entregues cerca de 8 mil itens, dos quais os principais são: respirador purificador de ar filtrante para partículas, luvas para proteção contra agentes mecânicos, protetor auditivo, óculos e calçado tipo botina. É importante destacar, também, que a segunda-feira é o dia com maior frequência (volume) de entrega de EPI’s.

O processo de controle de entrega de EPI’s consistia no preenchimento de uma ficha física contendo informações sobre o nome e função do trabalhador, data de entrega, tipo do EPI, quantidade, número do Certificação de Aprovação (CA), motivo da entrega e assinatura por parte da empresa e do trabalhador. 

O coordenador de SST da AOCEP Marcos menciona que “o processo de controle de entrega de Equipamentos de Proteção Individual era realizado utilizando fichas físicas o que dificultava um controle efetivo. Além disso, as principais dificuldades estavam relacionadas com o extravio e perda das fichas físicas e a entrega/retirada de EPI’s sem a coleta de assinatura”.

O que mudou no processo de controle de entrega de EPI’s

O uso do OnSafety deu maior agilidade e confiabilidade na gestão das atividades relacionadas ao registro, controle de entrega, troca e higienização dos EPI’s na AOCEP, pois o uso da autenticação por biometria, que exige a presença física do trabalhador, garante a entrega corretamente.

O coordenador da SST, Marcos, aponta que “os relatórios e gráficos do módulo de Controle de EPI’s possibilitam um acompanhamento em tempo real, além de permitir o acesso a todas as fichas de EPI’s de um dado colaborador considerando um intervalo de tempo. Além disso, conseguimos reduzir cerca de cinco minutos no tempo de entrega de EPI’s”. Com isto, estima-se uma redução de cerca de 33 horas e meia no processo de controle e entrega de EPI’s, o que equivale a 20% da jornada mensal de um trabalhador, aumentando assim a disponibilidade de horas para outras atividades relacionadas a SST.

Marcos destaca, também, que “o processo de implantação do OnSafety foi tranquilo e a equipe não teve dificuldades com o uso da tecnologia devido a sua interface intuitiva”.

E você? Já pensou como reduzir o tempo no processo de controle de entrega dos EPI’s da sua empresa? Dê maior agilidade e confiabilidade as suas atividades de gestão de SST, conheça o OnSafety.

Comments:0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Ajuda