Nova era da informação

Como o TST pode se preparar para a nova era da informação?

O técnico de segurança do trabalho e demais profissionais do SESMT precisam estar atentos e abertos à aprendizagem de novos métodos e formas que otimizam o trabalho burocrático e as relações com os colaboradores na ações em campo das empresas.

Há ainda muito que se fazer! Afinal, a cada 15 segundos um trabalhador perde a vida e 153 trabalhadores se acidentam, segundo estatísticas da OIT de 2016.

Com a digitalização, as novas tecnologias e o acesso a novas ferramentas surgem novas oportunidades para o gerenciamento eficaz da saúde e segurança do trabalho.

A nova era da informação exige das empresas uma série de medidas e a primeira delas é o aperfeiçoamento do Sistema de Gestão de Segurança do Trabalho.

Atualmente, profissionais como técnicos de segurança do trabalho têm a seu favor, softwares para gerenciar informações e realizar auditorias.

Paralelamente, empresas de novas tecnologias em EPI’s, equipamentos e instalações estão cada vez mais investindo e apostando no mercado de segurança ocupacional.

Para acompanhar as inovações no mercado e garantir a vantagem competitividade da sua empresa, listamos cinco dicas que vão ajudar os profissionais a se prepararem para esta nova era da informação:

1) Adapte-se ao novo Sistema de Gestão de Segurança do Trabalho ISO/ DIS 45001:2018.

A certificação ISO traz vantagens quanto a orientação aos possíveis riscos de acidente e suas estratégias para gerenciá-los. A norma traz os seguintes benefícios econômicos:

  1. Redução de acidentes.
  2. Diminuição de custos em caso de acidentes.
  3. Minimização de problemas relacionados à saúde e segurança dos trabalhadores.
  4. Redução de tempo de inatividade e perdas com a interrupção de negócios.
  5. Diminuição do custo dos prêmios de seguro.

Vantagens em obter a certificação ISO/ DIS 45001:2018

  • Atende as necessidades de melhorias das organizações.
  • Integra saúde e segurança ocupacional na estratégia geral das empresas.
  • Tem reconhecimento internacionalmente com base na sustentabilidade.
  • Eficiência testada e comprovada por profissionais capacitados ao longo de 5 anos.
  • Contém todas orientações, requisitos e diretrizes para a implementação passo a passo de um Sistema de Gestão de Saúde e Segurança no ambiente de trabalho.

A nova norma é uma proposta para todas as empresas, independente do tamanho, tipo ou natureza, que almejam otimizar sua estratégia e processos operacionais a partir do comprometimento de lideranças.

A publicação da  ISO 45001, em março deste ano, substituiu a OHSAS 18001. Para as empresas que já estavam certificadas, o prazo de transição para o novo sistema de gestão deve ocorrer até o início de 2021.

2) Utilize softwares que integram e-social e gestão de informações de SST.

Softwares colaboram para o gerenciamento das informações e facilitam o controle dos processos envolvidos na gestão de saúde e segurança do trabalho.

Adaptados ao e-social e preparados para dispositivos móveis é possível coletar e analisar os fatores de risco dos ambientes de trabalho da empresa.

Além disso, pode-se planejar medidas de controle, simular e evitar multas e penalidades por atraso de informações ou por falta de comunicação dos acidentes de trabalho. Conheça alguns softwares avaliados pela nossa equipe.

3) Faça auditorias digitais de forma mais prática e dedique-se nas ações de melhorias.

A facilidade de manter uma equipe informada, com acesso a todos relatórios das inspeções através de dispositivos móveis em qualquer hora e lugar é fundamental para otimizar a segurança do trabalho.

As vantagens de uma auditoria digital vão além de manter documentos como certificados, lista de treinamentos, atas, exames médicos e outros num só lugar. Os principais benefícios são:

  • Redução de  tempo preparando relatórios e controle de procedimentos .
  • Padronização de checklist e monitoramento dos requisitos mais críticos da SST no ambiente de trabalho.
  • Obtenção de vários formatos de registrado como imagem, áudio e texto.
  • Utilização de gráficos para mensurar os pontos mais críticos.
  • Indicação de melhorias de segurança do trabalho em tempo real.

4) Acompanhe novas tecnologias em EPI´s, equipamentos e instalações.

Nas transações comerciais quem não se atualiza acaba perdendo novas oportunidades. Na área de saúde e segurança do trabalho não é diferente!

Aplicações, programas, softwares e serviços serão utilizados para garantir tomada de decisões mais assertivas e aumentar os conhecimentos dos profissionais e colaboradores de uma empresa.

Estima-se que até 2025 as empresas serão recompensadas por seus investimentos em inteligência artificial aplicada para facilitar a tomada de decisões, a atualização de processos e renovação de modelo de negócios.

Na construção civil, por exemplo, tecnologias de ponta possibilitam o treinamento de novos profissionais de forma sensível.

Com a simulação de acidentes reais, em decorrência dos ambientes virtuais, é possível ampliar a conscientização sobre os riscos e consequências de atos inseguros.

Outra novidade são materiais como luvas super resistentes a cortes e impactos, capacete de segurança com sensores e outros que já podem ser encontrados no mercado internacional.

Todos esses avanços devem ser acompanhados pelos profissionais de perto. O que hoje pode não ser acessível à realidade da sua empresa, amanhã pode ser o fator chave que será o diferencial do seu negócio.

É preciso estar atento para novas oportunidades e descobrir o tempo certo para novas iniciativas que vão refletir grandes resultados a médio e longo prazos.

5) Atualização dos conhecimentos em Segurança do Trabalho.

A formação técnica não basta. Sempre há novidades na área de segurança do trabalho.

Cursos de treinamentos, palestras, aperfeiçoamento, especialização, mestrado, participação de feiras e congressos; tudo isso é importante para que o técnico de segurança do trabalho exerça sua profissão com excelência.

No portal da fundacentro, por exemplo, é possível ter acesso a informações que visam promover a segurança e saúde de colaboradores de modo sustentável, bem como fazer download de livros e outros materiais através da biblioteca digital.

Pela Associação Brasileira de Higienistas Ocupacionais  é possível conquistar certificações, consultar referências importantes da área e insnovas realidades que mencionamos neste artigo.

Gradativamente, as empresas têm visto na segurança do trabalho um fatcrever-se para participação de cursos e eventos nacionais e internacionais.

A FISP – Feira  Internacional de Segurança e Proteção que ocorrerá em outubro deste ano em São Paulo é uma ótima oportunidade para novas parcerias e conhecer as novas tendências de mercado.

A nova era da informação está no seu auge. Cada vez mais as empresas estão percebendo a necessidade de adaptação a essas novas realidades como fator determinante para se manterem e obterem vantagens competitivas  no mercado.

 

Quer aprofundar-se no conteúdo?

Baixe nosso e-book: Tecnologias de Informação aplicada a Gestão da Segurança do Trabalho

 

Estamos sempre “antenados” nessas e outras novas tendências de mercado. Se precisar de mais informações, estamos à disposição para fornecer mais dicas sobre segurança do trabalho que irão facilitar e auxiliar o desenvolvimento do seu negócio.

Comments:0

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.